Como se tornar um porta-voz do seu negócio e chamar a atenção

Ele é a cara da empresa. Sabe de todos os produtos e serviços, fala sobre lançamentos, apresenta resultados e conhece profundamente o negócio. Um bom porta-voz é assim: personifica a marca e responde por ela na mídia.

Se você está à frente de uma empresa e ainda não pensou em ter um porta-voz, pode estar diante de um erro estratégico. Toda empresa que busca construir uma reputação deve ter um profissional dedicado a isso.

Geralmente, os porta-vozes são os próprios CEOs, que estão por dentro de todas as áreas do negócio. Porém, isso não é uma regra. Quando o CEO não tem agenda ou não se sente confortável para lidar com a mídia, essa função pode ser assumida por um diretor ou gerente. Basta que a pessoa seja comunicativa, informada, articulada e, acima de tudo, com tempo disponível e conhecimento sobre a empresa.

 

Leia mais | Por que vale investir em Relações Públicas?

 

Por que ter um porta-voz é importante

 

Uma das principais funções do porta-voz é transmitir a missão, a visão e os valores da empresa, em linguagem acessível e coerente. Além disso, esse profissional deve ter sempre em mente as mensagens-chave, ou seja, as mensagens que devem estar implícitas em toda comunicação.

Saber das mensagens-chave ajuda também a selecionar a lista de jornalistas e veículos com os quais sua marca que se relacionar, formando grupos estratégicos de contatos. Quais são as mensagens que sua empresa quer transmitir e para quem? Isso pode ser definido antes de qualquer trabalho de comunicação.

 

Leia mais | 5 dicas para escrever um bom texto sobre o seu negócio

 

8 dicas para ser porta-voz e dar entrevistas a jornalistas

1. Fique informado | Uma vez que você é porta-voz, fique atento a todas as notícias que circulam sobre a área de atuação e universos relacionados. Se for procurado para dar uma entrevista, prepare-se com antecedência, coletando o maior número de informações que conseguir sobre o assunto. Procure estar por dentro de notícias mais amplas, como os cenários político-econômicos do país e também internacionais.

2. Pesquise sobre o jornalista antes da entrevista | Procure saber antes da entrevista quem é o profissional de comunicação com que você irá conversar. Uma pesquisa na internet pode apresentar o histórico profissional, assim como as reportagens que já escreveu. Olhar as redes sociais também pode trazer informações relevantes sobre seu interlocutor. Se você tem uma área de comunicação na sua empresa, solicite isso ao responsável.

Leia mais | Como sua história chega ao jornalista pela plataforma 1927

3. Defina porta-vozes especialistas | Corporações podem ter mais de um porta-voz, de acordo com a especialidade e com o tema. É importante que isso seja definido antes de cavar oportunidades com a imprensa. Olhe para seu time e avalie quais profissionais podem falar sobre cada assunto: temas técnicos e estratégicos talvez exijam comunicadores diferentes.

4. Transmita confiança | Um bom porta-voz deve ser capaz de falar de forma clara e objetiva, demonstrando pleno conhecimento sobre o assunto. Fale pausadamente e procure concluir seus raciocícios.

5. Seja paciente | Jornalistas são profissionais com perfil generalista. Busque dar exemplos práticos e recentes, que ajudem sua comunicação. Estabeleça comparações, explique termos técnicos e jargões. Todas essas habilidades podem ser treinadas e aprimoradas com o tempo e com a ajuda de especialistas.

Leia mais | Mídia impressa ou digital: onde é melhor aparecer?

6. Tenha disponibilidade | Jornalistas trabalham com prazos apertados e é comum surgirem demandas de um dia para o outro, às vezes em fins de semana e feriados. Caso você seja procurado para dar uma entrevista em cima da hora, entenda como uma oportunidade de divulgar sua empresa. Procure responder rápido, coloque-se à disposição.

7. Deixe seus contatos fáceis de serem achados | A dica parece óbvia, mas não é! Em um comunicado para a imprensa, deixe claros os nomes e contatos dos porta-vozes: telefone (com DDD), ID de Skype, email, celular e link do perfil no LinkedIn. Quanto maior o número de contatos, mais fácil será a comunicação.

8. Sempre fale a verdade | Todas as informações apresentadas por um porta-voz costumam ser verificadas (o nome técnico é “apuração”). Esse é o trabalho dos jornalistas e dos veículos de comunicação respeitados. Jamais passe informações que não correspondam à realidade, pois elas certamente serão detectadas. Isso pode prejudicar a reputação da sua empresa e derrubar sua credibilidade como porta-voz.

Leia mais | Como a 1927 ajuda a colocar sua empresa na mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *